Trailer de Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros é muito, muito bom

 

Com produção de Tim Burton e estrelado por um zé ninguém (Benjamin Walker), o título em si já era meio desencorajador. Mas, partindo do trailer que acabou de sair, o diretor Timur Bekmambetov realmente faz milagres. Com “O Procurado” no currículo, Timur já mostrou ser um dos melhores diretores de ação da última década, principalmente por seu trabalho na saga “Guardiões da Noie”/”Guardiões do Dia”, filmes da terra natal do diretor (Rússia) que foram sucesso de bilheteria e são incríveis.

Com o começo de “When the Man Comes Around”, de Johnny Cash, no trailer fica difícil não gostar, mas as cenas são incríveis e eu fiquei muito empolgada para ver. O filme estréia na gringa no dia 22 de Junho desse ano, mas não acho que demore tanto por aqui. Acho que eles vão guardar para lançar em Outubro, aproveitar do mês do Halloween.

 

Brandon Routh Em Mais Uma Adaptação de Quadrinhos

Mais conhecido como o Superman de Bryan Singer que não conseguiu levantar vôo e como o ex vegan de Ramona Flowers,  Todd Ingram em Scott Pilgrim Contra o Mundo, Brandon Routh agora interpreta outro personagem saído de histórias em quadrinhos, mas dessa vez um menos conhecido: Dylan Dog.

Quadrinho italiano criado por Tiziano Sclavi em Outubro de 1986 lançado pela Sergio Benelli Editore que conta a história de um detetive paranormal britânico que resolve crimes com seu parceiro, Groucho Marx.  A aparência de Dylan foi inspirada no ator britânico Rupert Everett (O Casamento do Meu Melhor Amigo) e seu nome veio do poeta Dylan Thomas.

A adaptação com Routh e dirigida por Kevin Munroe (As Tartarugas Ninja- O Retorno … meu deus…) se chama “Dylan Dog: Dead of Night” e se passa nos EUA, mais especificamente em Louisiana, onde Dylan se encontra no meio de uma guerra entre vampiros, lobisomens e zumbis.

Pelo que eu li de críticas de fãs que realmente leram os quadrinhos o filme não tem quase nada a ver com as histórias originais e até mudaram completamente o seu companheiro, Groucho Marx, que agora é um zumbi chamado Marcus (interpretado por Sam Huntington, de ‘Being Human US’ que eu não recomendo, mesmo adorando esse ator).  Eu vou dar uma chance ao filme (vou baixar porque que dó, nunca vai chegar aqui) pois sou muito fã do estilo terror cômico brega anos 80, direção que eu vejo esse filme tomando.  E Taye Diggs vai interpretar o vampiro vilão, portanto mais um motivo pra ver.

Aqui estão mais algumas imagens do filme e seu trailer oficial:

X-Men: First Class – Trailer Novo e Poster Espanhol

Diferente de outros trailers já lançados para o filme, esse se concentra mais na relação entre Charles e Erik, graças a Jeová porque James McAvoy e Michael Fassbender são incríveis e já imagino a galera shipping essa tensão sexual latente que pra mim ficou muito óbvia. Não ?

Agora… o poster…

Acho que a Fox gastou todo o orçamento em efeitos especiais (eu espero) porque a arte divulgada até agora tem sido nível “Crepúsculo” de ruim. Acho que pelo menos esse poster espanhol é um neco melhor do que esse lançado ontem, mas né… not really.

Hunger Games: Jogos Vorazes

Alguns anos atrás eu costumava ver muitos posts no site Oh No They Didn’t sobre um livro que tinha uma base de fãs muito grande e que estava prestes a virar filme. A premissa era semi interessante (propaganda enganosa, lavagem cerebral, culpo muitos fatores) e o filme e os livros acabaram por virar um fenômeno cultural que eu admito ter muita vergonha hoje em dia por ter participado ao ler os livros. Sim, eu li “Crepúsculo”. Desde então muitos estúdios vem produzindo adaptações literárias infanto juvenis na esperança de terem um sucesso que chegasse aos pés dos famosos vampiros que brilham como diamantes no sol ( HAHAHAHAHA CE JURA ?!) e de um certo menino com uma cicatriz na testa que viria a mudar a história da literatura infanto juvenil para sempre com seus 7 livros e 8 filmes sendo todos sucesso de público. E eis que surge um pequeno livro chamado Hunger Games, primeiro livro de uma trilogia que no Brasil se chama Jogos Vorazes.


Escrito por Suzanne Collins, escritora experiente de séries infantis nos anos 90 na Nickelodeon, o livro se passa em um futuro pós apocalíptico onde os Estados Unidos foi completamente destruído por muitas guerras, doenças e outras coisas completamente críveis e agora se chama Panem, formado por uma Capital e 12 Distritos, onde cada um dos Distritos é responsável por algum bem sustentável que mantém a Capital funcionando em total decadência ostentatória enquanto o povo sofre de fome e opressão nos Distritos. É no Distrito mais empobrecido que conhecemos a heroína do livro, Katniss Everdeen de 16 anos que sustenta sua mãe e irmã mais nova caçando ilegalmente na floresta com seu melhor amigo Gale. A vida de Katniss muda completamente quando sua irmã de 12 anos é escolhida em uma votação para participar dos Jogoz Vorazes e Katniss toma o seu lugar. Os Jogos são um reality show controlado pela Capital onde um menino e uma menina, chamados de Tributos, de todos os Distritos são sorteados e jogados em uma arena para lutarem até a morte, até que sobre apenas um.

Collins descreve o livro em seu website como uma mistura de “Gladiador” e “Project Runway”, já que a moda e o poder visual tem um papel essencial durante a trilogia inteira. Sua narrativa é fácil de acompanhar mas muito complexa, principalmente no primeiro livro onde existem tantas coisas a serem explicadas e um mundo completamente novo a ser apresentado ao leitor, além de sua construção dos personagens, principalmente Katniss, Peeta e Haymitch, os dois últimos sendo o menino escolhido para ser sua dupla nos Jogos e o mentor dos dois, respectivamente.

Alguns anos atrás a Lionsgate comprou os direitos da trilogia e um diretor excelente se prendeu ao projeto desde cedo, Gary Ross, diretor de “Pleasantville” que se diz fã convicto do livro depois que sua filha adolescente o convenceu a ler. Ross diz ter trabalhado em conjunto com Suzanne na elaboração do roteiro e eu, como fã, espero muito dessa colaboração.

Boa parte do elenco tem sido escalada no último mês, mas eles começaram com o trio principal:


 

Jennifer Lawrence – Katniss Everdeen

Indicada ao Oscar 2011 por “Inverno da Alma”, vai aparecer como a jovem Mística em “X-Men: First Class” e gerou polêmica ao conseguir o papel principal de Katniss pois no livro a      personagem tem cabelos escuros e pele morena, mas nada que uma maquiagem decente não faça funcionar, a menina sabe atuar e é o que importa

 Josh Hutcherson – Peeta Mellark

 O filho do padeiro do Distrito 12 com o grande coração vai ser interpretado por Hutcherson que já tem um currículo extenso para seus 18 anos. Ele fez “Ponte para Terabithia”, “Zathura”, “O Expresso Polar”, “Viagem ao Centro da Terra”, “Minhas Mães e Meu Pai” e, meu preferido, “ABC do Amor”.

 Liam Hemsworth – Gale Hawthorne

 O melhor amigo de Katniss que promete cuidar da família dela quando ela se oferece para os Jogos também nutre uma paixão não correspondida pela heroína. Hemsworth não fez nada demais ainda, além de ser namorado de Miley Cyrus, que conheceu quando filmavam “A Última Música”.

Além do trio foram escolhidos mais 3 atores por enquanto:

Dayo Okeniyi e Amandla Stenberg – Thresh e Rue (respectivamente)

 Os dois Tributos do Distrito 10 tem papel importante na trama. Inteligente e ágil Rue vira uma forte  aliada de Katniss durante os jogo apesar de sua pequena idade e estatura e Thresh é um dos competidores mais fortes que pode chegar a ser um aliado para os heróis do Distrito 12.

Elizabeth Banks – Effie Trinket

 Encarregada de gerenciar Katniss e Peeta durante os jogos, Effie é um personagem colorido e preferido dos fãs por seu jeito arrogante mas que acaba gostando de seus Tributos. Banks é presença constante em comédias Hollywoodianas como “O Virgem de 40 Anos”, “Pagando bem, Que Mal Tem ?”, “Três Vezes Amor” e participações nos seriados Scrubs e 30 Rock.

O filme está marcado para estrear dia 23 de Março de 2012 na gringa, se os livros fizerem sucesso por aqui talvez chegue perto da mesma data. A Editora Rocco tem os direitos de distribuição do livro e você pode encontrá-lo aqui no site da Editora ou no site do Submarino